blog

Home / blogPage 2
João Pedro e George Floyd, por Cidinha Silva

João Pedro e George Floyd, por Cidinha Silva

João Pedro e George Floyd Cidinha da Silva Eles têm compulsão e gozo pelo jorro do nosso sangue. Eles não nos deixam respirar, quebram nosso pescoço e se regozijam com nossa dor. Eles atiram em nossos meninos rendidos dentro de casa, pelas costas. Eles fazem publicidade do genocídio como mecanismo de controle, de domesticação dos

Saiba mais
Uma carta de Barcelona, por Enrique Vila-Matas

Uma carta de Barcelona, por Enrique Vila-Matas

Uma carta de Barcelona Enrique Vila-Matas Meu caro amigo, Ouvi no rádio uma amiga comum – você sabe de quem estou falando – dizer que uma coisa que tinha impressionado todo mundo era que aquilo que víamos pela televisão e nos parecia tão distante (a epidemia na China), de repente estava à nossa frente. Isso

Saiba mais
Tirando a linguagem da trincheira, por Cynthia Enloe

Tirando a linguagem da trincheira, por Cynthia Enloe

Tirando a linguagem da trincheira Cynthia Enloe Tem soado bastante normal: “Estamos em uma zona de guerra”. “Nós somos todos soldados”. “Nós iremos derrotar este inimigo.” Nenhum de nós parece estar imune a recorrer à linguagem de guerra para descrever o atual estado de coisas e essa nova e estranha maneira de viver. É como

Saiba mais
“Frenético”: comportamentos para um novo tempo, por Jack Halberstam

“Frenético”: comportamentos para um novo tempo, por Jack Halberstam

“Frenético” Jack Halberstam fre-né-ti-co /ˈfran(t)ik/ adjetivo  adjetivo: frenético > descontrolado ou perturbado pelo medo, pela ansiedade, ou outra emoção. > “ela estava frenética de tanta preocupação” do inglês médio tardio, frentik, “insano, violentamente louco”, do francês antigo, frenetique. Primeiro Dia: Uma amiga me diz, pouco depois de explodir a pandemia, que o movimento frenético das pessoas

Saiba mais
O fim da carne chegou, por Jonathan Safran Foer

O fim da carne chegou, por Jonathan Safran Foer

O fim da carne chegou Jonathan Safran Foer Existe medo mais primitivo que aquele causado pela ideia de prateleiras vazias no supermercado? E alívio mais primitivo que aquele proporcionado por uma comida que gostamos? Agora, a maioria das pessoas está cozinhando mais, registrando o que fazem na cozinha, e pensando mais em comida de modo

Saiba mais