Canto mineral

Canto mineral

Carlos Bracher, Carlos Drummond de Andrade

Muito além da geografia, Minas Gerais é para Carlos Drummond de Andrade a palavra abissal, o “dentro e fundo” escondido nas montanhas. Reunidos sob o título de Canto mineral, os 54 poemas desta antologia revelam como a terra natal do poeta fixou fundas raízes nos 60 anos de sua produção lírica, elevando a inspiração desse que é um dos mais importantes nomes da poesia brasileira, tão mineiro quanto universal.

Da memória presentificada em versos dos anos 1980, escritos no Rio de Janeiro, aos mais frescos poemas do jovem itabirano dos anos 1920, compostos entre Itabira e Belo Horizonte, Drummond evoca o vasto universo mineiro – sua paisagem, sua gente, seus enigmas – com reflexão, humor, crítica e afeto, extraindo dessa terra e do tempo a matéria poética formada entre o bucólico e o provinciano, a tradição e a modernidade, a monotonia e o movimento.

Ilustrada por Carlos Bracher, a edição apresenta o traço mineral do carvão do artista plástico mineiro, que dialoga com os versos emprestando à edição a textura, a densidade e a emoção do claro e escuro que habitam os espaços afetivos e simbólicos de Minas Gerais.

O livro é organizado por Joziane Perdigão Vieira e Pedro Augusto Graña Drummond, com posfácio de Angelo Oswaldo de Araújo Santos.

  • Compartilhar:

Detalhes do livro

ISBN: 978-85-69924-37-1

Número de páginas: 148

Formato: 20 x 25 cm

Ano: 2018

Projeto gráfico: Victor Burton